Se tem algo indesejado pelas mulheres nesse mundo, ela se chama celulite. Esta é uma alteração na pele causada pelo acúmulo de água, gordura e toxinas nas células do organismo.

celulite: sintomas, causas e tratamentos

Esse processo faz com que as células fiquem endurecidas. Como resultado, temos desníveis na pele e também a formação de nódulos. Esses dão origem aos indesejados furinhos. A boa notícia é que esse mal pode ser evitado e amenizado com alguns cuidados.

Ao longo desta leitura vamos conferir os principais sintomas, causas e tratamentos da celulite. Acompanhe!

Quais são os principais sintomas da celulite?

Como já mencionamos, os furinhos na pele dão origem ao efeito “casca de laranja”, que são imperfeições e alterações ao longo da derme, principalmente nas coxas e nádegas.

As celulites são classificadas em vários graus, desde aquela em que os furinhos só aparecem quando a pele é pressionada, até o aspecto acolchoado e modulações sempre visíveis.

Existem graus mais elevados da celulite, caracterizada por uma inflamação, e esta pode até causar dores.

Isso ocorre porque pode haver a compressão de terminações nervosas locais, o que compromete o bem-estar da paciente.

Os casos iniciais da celulite são os mais comuns e não apresentam sintomas. Já os estágios mais avançados podem incluir:

  • aspecto irregular mais evidente;
  • região mais fria;
  • dor, endurecimento e sensibilidade.

Quais as causas da celulite?

Existem várias causas para a celulite. A destacar:

Má alimentação

O consumo em excesso de carboidratos e açúcares pode causar inflamação no tecido celular, levando aos efeitos indesejados.

Sedentarismo

A falta de exercícios físicos é outro fator que colabora para o excesso de toxinas no organismo, favorecendo o aparecimento da celulite.

Alterações hormonais

Já foi comprovado que níveis elevados do hormônio feminino estrogênio causam disfunções no metabolismo que podem criar ou agravar a celulite.

Uso de anticoncepcional

Como esse medicamento adiciona uma dose extra de hormônios ao organismo, isso também pode causar a celulite.

Hereditariedade

Essa provavelmente você desconfiava: a celulite é hereditária. Isso quer dizer que se sua mãe ou avós têm celulite, as suas chances de adquiri-la, principalmente após os 35 anos, são grandes.

Problemas circulatórios

Se o sangue não circula da forma adequada, as toxinas ficam presas no organismo, deixando o líquido que fica entre as células mais viscoso, causando os temidos furinhos na pele.

Quais os tratamentos para a celulite?

Veja a seguir os principais tratamentos para a celulite!

Drenagem linfática

A drenagem linfática é indicada para todos os graus de celulite. Usando os movimentos certos, essa massagem é voltada para a eliminação de líquidos acumulados nos tecidos.

A partir dos movimentos, toxinas e outros resíduos metabólicos são expelidos pela urina, o que estimula a circulação sanguínea e, como consequência, também melhora o aspecto da pele como um todo.

Massagem modeladora

A massagem modeladora é indicada para todos os graus de celulite, desde que o problema esteja associado à gordura localizada. Essa massagem tem atuação no sistema linfático, atuando também sobre as placas de gordura.

Com movimentos firmes, a manipulação da gordura promove a vasodilatação, aumenta a oxigenação local e acelera o metabolismo, o que contribui para a diminuição da flacidez e da celulite.

Vale lembrar que uma alimentação saudável, a ingestão de água e a prática regular de exercícios físicos, também são importantes aliadas contra a celulite.

Se você gostou deste post sobre celulite, deixe o seu comentário abaixo!